Compromisso Nacional Criança Alfabetizada: Caseara Engajada na Busca pela Educação de Qualidade

Reunião liderada pela Professora Lucimeire destaca a importância do compromisso para o desenvolvimento educacional do município
cnacc

Na última reunião realizada em Caseara, a Professora Lucimeire, Supervisora Escolar e Articuladora Municipal do Compromisso Nacional Criança Alfabetizada (CNCA), expressou sua gratidão pela presença de todos os participantes e ressaltou a significativa importância desse compromisso para o avanço da educação no município.

Durante o encontro, foram abordados diversos temas relacionados ao compromisso CNCA, incluindo os resultados do Sistema de Avaliação Educacional de Tocantins (SAETO) e as estratégias de mudança a serem adotadas quando algumas delas não estiverem apresentando os resultados esperados. A Professora Lucimeire destacou a relevância de alinhar as ações educacionais de acordo com as diretrizes do Compromisso Nacional Criança Alfabetizada, um compromisso assumido pelo Governo Federal e assinado pelo Governo do Tocantins, representado pelo Governador Wanderley Barbosa, em 27 de fevereiro de 2024, em Palmas.

O Compromisso Nacional Criança Alfabetizada envolve todos os 139 municípios do estado, que se unem em um esforço conjunto para garantir que todas as crianças estejam plenamente alfabetizadas até o final do 2º ano do Ensino Fundamental. Além disso, no âmbito desse compromisso, estão incluídas todas as crianças da Educação Infantil, por meio do Programa Leitura na Educação Infantil (LEEI). Trata-se de um trabalho abrangente, que demanda o envolvimento e o comprometimento de prefeitos, secretários municipais, escolas, professores, pais e toda a comunidade em geral.

A reunião promovida pela Professora Lucimeire e a ênfase dada ao Compromisso Nacional Criança Alfabetizada reforçam o comprometimento de Caseara com a melhoria da qualidade da educação e o desenvolvimento integral de seus alunos. Essa iniciativa representa um passo significativo rumo à construção de uma sociedade mais igualitária e educacionalmente avançada.

Compartilhe:

Facebook
WhatsApp
Pular para o conteúdo